Complexo avícola irá movimentar R$ 1,7 bi em investimentos na região

Source:   https://i2.wp.com/arede.info/jornaldamanha/wp-content/uploads/2015/01/JM_FINAL.png

https://i1.wp.com/arede.info/jornaldamanha/img/normal/130000/normal_00136934_00.jpg

Foi lançada, nesta terça-feira, no município de Jaguariaíva, na região dos Campos Gerais, a pedra fundamental do Complexo Avícola, megaempreendimento do setor alimentício que movimentará um investimento de aproximadamente US$ 500 milhões (R$ 1,7 bi) em toda a região. No evento, além dos representantes do município, esteve presente o CEO do General Mediterranean Holding (GHM), Nadhmi Auchi, sócio majoritário do empreendimento e apontado como um dos homens mais ricos do mundo, segundo ranking da revista Forbes; e Ghassan Saab, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasileira (CCIBRA).

O evento foi realizado no terreno que receberá o frigorífico e a fábrica de rações, em uma área próxima ao Instituto Federal do Paraná (IFPR), e contou com a presença de mais de 200 convidados. “Foi um evento muito positivo. Os investidores estavam conosco e participaram do lançamento da pedra fundamental do complexo. Diversos prefeitos da região participaram”, revelou o prefeito do município José Sloboda, que esteve acompanhado do secretario de indústria e comércio do município, Pedro Delgado. Sloboda frisou que o empreendimento irá gerar grande desenvolvimento econômico e populacional, e demanda por infraestrutura e serviços públicos.

Durante seu discurso no evento, Nadhmi Auchi ressaltou que o grupo recebeu um grande suporte do município, por isso o grupo decidiu iniciar o projeto em Jaguariaíva. Ele revelou que tem negócios diversificados no Brasil e em várias partes do mundo e que um empreendimento é viável quando investidor e governo ganham. Além disso, anunciou a construção de uma escola, como apoio ao desenvolvimento do município.

A Construtora Fetz, responsável pela construção, já se instalou em Jaguariaíva, e conforme explica Luiz Paulo Rover, engenheiro do projeto e sócio do empreendimento, alguns passos ainda serão dados nas próximas semanas até que sejam iniciadas as obras. “Agora vamos cercar os terrenos e já dar início à terraplanagem, fazer o levantamento altimétrico, trabalhar com os licenciamentos e trabalhar na conclusão dos projetos. Assim que isso ocorra, imediatamente terá início a construção”, explica.

A perspectiva é de que sejam gerados 1,4 mil empregos diretos e cerca de 60 mil empregos indiretos em toda a região. A capacidade de produção será de 400 mil aves abatidas por dia, as quais serão, na maior parte, exportadas para o Oriente Médio e mercado europeu.

Investimento da GHM será de US$ 200 milhões

O in vestimento será dividido em quatro áreas distintas para cinco estruturas diferentes. Com o aporte realizado pela GMH, serão gastos cerca de US$ 200 milhões nessas áreas. Uma das áreas receberá o frigorífico (abatedouro), com uma área construída de 35 mil m², e uma fábrica de ração, com capacidade de produzir 35 mil toneladas por mês em uma área de 13 mil m². Embora no mesmo terreno, as construções ficarão separadas por vegetação. Outra área será destinada para a granja de recria (52 mil m²), outra para uma granja para a produção de ovos, os matrizeiros, (116,4 mil m²) e, a quarta, o incubatório, com capacidade de 2,5 milhões de ovos por semana, em uma área construída de 10 mil m².

O restante do investimento (US$ 300 milhões) será consolidado aos produtores da integração, com granjas que serão construídas em municípios da região. Para suprir a demanda da fábrica, há a necessidade da construção de 432 aviários, com uma área total construída superior a 1 milhão de metros quadrados.

Governo do Estado

Representantes do município e investidores estiveram, na segunda-feira, em Curitiba, participando de uma reunião com o governador Beto Richa. No encontro, foi discutido o enquadramento do investimento no programa Paraná Competitivo e a liberação de um financiamento de R$ 4,5 milhões, através da Sedu, para a desapropriação de cerca de 100 alqueires.

For more information contact info@gmhnews.com